As vegetações adenoidianas ou simplemente adenóide são estruturas localizadas na parte posterior das fossas nasais na transição do nariz para a faringe. Formam junto com as amígdalas palatinas e as linguais o que se chama de “Anel linfático de Waldeyer” que tem a função de defesa das vias aéreas superiores. Geralmente são estruturas hipertrofiadas na infância uma vez que grande parte das defesas naturais ainda não estão desenvolvidas e , portanto, a função principal de defesa cabe a essas estruturas. Entretanto, em determinadas condições, pode haver um aumento exagerado gerando sintomas como obstrução nasal , respiração bucal , diminuição do olfato, crises recorrentes de rinossinusites, otite média secretora (tipo de perda auditiva mais comum na infância ) e até dificuldade para engolir alimentos sólidos. A melhor forma de avaliar esses pacientes se dá através da videonasofaringoscopia flexível que é feita com anestesia local (xilocaína spray) e demora em torno de 5 minutos. Uma vez diagnosticada a hipertrofia dessas estruturas , determina-se o tratamento que pode ser clínico ou em alguns casos cirúrgico.