Essa pergunta é muito frequente no consultório de quem trata tontura e outros distúbios do equilíbrio. Antes de tudo, é preciso esclarecer que o termo "labirintite" é totalmente inapropriado. O termo correto é "labirintopatias" já que existem vários tipos de doenças do labirinto, cada uma com um tratamento específico e prognostico diferente. Portanto, a resposta para a primeira pergunta é depende da causa. A vertigem paroxística postural benigna (VPPB), por exemplo, caso não seja associada a outras labirintopatias tem a chance de cura de 80-90% com manobras de reposicionamento feitas numa única consulta. Isso mesmo!!! 80-90% de chance de cura na primeira consulta e olha que se trata da labirintopatia periférica mais comum de todas. Outros tipos têm controle como a Doença de Menière e a migrânea vestibular sendo possivel viver totalmente livre dos sintomas com o tratamento adequado. O problema é que muitos pacientes são tratados de forma "genérica", sem ter um diagnóstico preciso e portanto um tratamento adequado. Isso faz manter mitos de que certas doenças não têm cura ou melhora.